Um pouco da nossa história:

 

Em meados de 1945 foi formalizada a Associação dos Produtores de Madeira da Região Serrana. Por cerca de dois meses o Dr. João Pedro Arruda esteve à testa da Associação. No dia 08 de Julho de 1945, durante a realização da primeira Assembléia Geral Ordinária, forma eleitos os membros da Diretoria:

 

Presidente: Osvaldo Vieira de Camargo;

Primeiro Secretário: Mário Vargas;

Segundo Secretário: João Luiz Vieira;

Tesoureiro: Nelson Vieira do Amaral;

Conselho Fiscal: Aprígio Leal Nunes, Paulo F. Broering e Lídio Reis;

Consultor Jurídico: Dr. Celso Ramos Branco.

 

O Jornal Correio Lageano, na edição do dia 14 de Julho de 1945 noticiou essa reunião:

 

“Esta novel Associação, que veio preencher uma grande lacuna no ceio da classe dos serradores desta vasta e rica região, já conta com um grande número de associados, deste e de diversos municípios visinhos, que têm nela, uma entidade alerta à proteção de seus interesses e legítimas aspirações”.

 

A organização da classe madeireira era um sinal evidente de que um novo modelo econômico que se somava à economia de base agropecuária estava implantado e havia chegado para ficar. a documentação disponível indica a relação dos Diretores da Associação de Produtores de Madeira da Região Serrana, da gestão de Junho de 1949 e 31 de Dezembro de 1950.

 

Presidente: Romeu Vieira da Costa;

Vice-Presidente: Mário Vargas;

Primeiro Secretário: Nelson Vieira do Amaral;

Segundo Secretário: João Vieira;

Tesoureiro: Victor Rosa Filho;

Procurador: Sebastião Brascher;

Consultor Jurídico: Dr. Otacílio Costa.

Conselho Fiscal: Oscar Schweitzer; Victor G. Rosa e Oswaldo Camargo.

 

Em 22 de Dezembro de 1956, no Salão Nobre da Escola Normal “Vidal Ramos” situada na Praça João Costa em Lages, foi realizada uma Assembléia Geral da Associação para deliberar sobre a transformação da Entidade em Sindicato de Classe. A mesa coordenadora dos trabalhos foi composta por Ari Waltrick da Silva, Oscar Schweitzer, Annuncio Spadini e Antenor Vieira Borges, respectivamente, Presidente, Vice-Presidente, Secretário e Tesoureiro da Entidade.

 

 

A solenidade contou com a presença de Henrique Loureiro Júnior que representou o Vice-Presidente da República Dr. João Goulart. Na ocasião foi homenageado o Deputado Elias Adaime. A importância do evento pode ser avaliada pelas pessoas presentes e um grupo de jornalistas credenciados pela Câmara de Deputados que acompanharam a Assembléia.

 

Foi feito uma menção honrosa ao Deputado Elias Adaime  e a Ladir Cherubini pelos serviços prestados em favor da classe madeireira.

 

No mês seguinte, no dia 18 de Janeiro de 1957, a Associação recebeu o reconhecimento oficial como Entidade Sindical através da Carta Registro Sindical nº 101.840 emitida pelo então Ministério de Estado dos Negócios do Trabalho, Indústria e Comércio. A jurisdição do Sindicato compreendia Lages, Curitibanos, São Joaquim, Campos Novos, Herval D’Oeste, Capinzal e Rio do Sul. Os municípios da AMURES em sua maioria, ainda eram Distritos de Lages.

 

Fonte:

Acervo do Sindicato.

Livro: “História da Indústria da Madeira – Serra Catarinense – 1940 / 2005” – Silveira, Cláudio – 2005.

Editora: Leão Baio - - www.historiacatarina.com.brEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 

 

                                

Contato


captcha
Powered by BreezingForms

Localização


Rua Nossa Senhora dos Prazeres, 102 - Centro ⁞ Lages/SC ⁞ CEP: 88502-230 ⁞ Fone: (49)3222-3747 / (49) 8828-4798